Exames


  • Ureaplasma urealyticum, PCR

    • Descrição
      A principal síndrome associada à infecção pelo U. urealyticum é a uretrite não-gonocócica (UNG). A maioria dos casos de UNG é causada pela C. trachomatis, sendo o U. urealyticum responsável por 20% a 30% dos casos restantes. Em mulheres, pode levar a complicações como salpingite, endometrite e corioamnionite. Prostatite e epididimite têm sido associadas a este agente em homens. É o organismo mais freqüentemente isolado no córion-âmnio, mesmo na presença de membranas intactas. Está associado com inflamação, parto prematuro, septicemia, meningite e pneumonia no recém-nascido. Em pacientes imunocomprometidos, o U. urealyticum está associado com artrite, osteomielite, pericardite e doença pulmonar progressiva.
    • Método
      Reação em Cadeia da Polimerase Multiplex – Multiplex PCR.
    • Valor de referência
      Negativo. Obs: este exame pode apresentar, embora raramente, resultados falso-positivo e falso-negativo, que é uma característica do método.
    • Condição
      50mL de urina do 1º jato da manhã (após assepsia); secreção uretral ou secreção endocervical. - Amostras uretrais: não urinar pelo menos 1 hora antes da coleta. - Urina: não urinar por pelo menos 4 horas antes da coleta. - Endocervical: a mulher não pode estar menstruada.
  • Uréia

    • Descrição
      A uréia é a principal fonte de excreção do nitrogênio. Produto do metabolismo hepático das proteínas, é excretada pelos rins. Desta forma, a uréia é diretamente relacionada à função metabólica hepática e excretória renal. Sua concentração pode variar com a dieta, hidratação e função renal.
    • Método
      Colorimétrico Enzimático
    • Valor de referência
      10 a 40 mg/dL
    • Condição
  • Uréia, clearance

    • Descrição
      Este teste, devido às variações de dieta, filtração, reabsorção renal e síntese hepática, é pouco útil na medição da taxa de filtração glomerular, sendo mais usado na medida da taxa de produção de uréia e na avaliação dos compostos nitrogenados não protéicos.
    • Método
      Colorimétrico Enzimático
    • Valor de referência
      41 a 65 mL/minuto Obs: O resultado é corrigido para a superfície corpórea.
    • Condição
      - 0,8mL de soro + 5mL de urina 12h ou 24h. - J.O. 8h para coleta de sangue. - Coletar a amostra de sangue no mesmo dia de entrega da urina. - Não precisa conservante. Refrigerar desde o início da coleta.
  • Urobilinogênio, pesquisa na urina

    • Descrição
      O urobilinogênio assim como a bilirrubina, é um pigmento biliar resultante da degradação da hemoglobina. O aumento de sua concentração na urina é encontrado nas hepatopatias, nos distúrbios hemolíticos e nas porfirias. A ausência do urobilinogênio na urina e nas fezes significa obstrução do ducto biliar, que impede a passagem normal de bilirrubina para o intestino.
    • Método
      Colorimétrico (Ehrlich)
    • Valor de referência
      Normal
    • Condição
      - 30,0mL de urina recente (jato médio da 1a urina da manhã). - Enviar rapidamente ao laboratório.